Como podemos educar melhor?

Resultado do encontro (PDF, 10 páginas) 20 pessoas conversaram 4 horas, sendo surpreendidas pela passagem rápida do tempo. A conversa foi tão interessante que algumas pessoas preferiram manter-se na conversa inicial em vez de falar dos seus próprios temas, e algumas continuaram a conversa no bar mais 1 hora. Todos manifestaram interesse em encontros futuros. E duas meninas que não se conheciam (7 e 9 anos) tornaram-se melhores amigas.


Convite do encontro (PDF, 1 página) Sexta-feira, 26 de Fevereiro, a Aline comentou sobre as dificuldades que estava a ter em conseguir uma reunião de pais com crianças deficientes no agrupamento de escolas Póvoa de Dom Martinho (na Póvoa de Santa Iria). A dificuldade dela em conseguir um encontro formal lembrou-me a minha experiência no WikiSym 2008 no Porto, onde uma desconferência (tentativa de tradução de unconference) foi eficaz em criar montes de pequenas e grandes conversas à margem da conferência formal (ver fotos). Não que a conferência fosse assim tão formal; um dos participantes cantou os seus slides!

Rapidamente me vi ultrapassado pelos acontecimentos, no que só posso considerar um encontro de boas-vontades conseguido pela Aline: na terça-feira seguinte estava a apresentar a ideia ao João Santos e ao Miguel Cruz (presidente e vice-presidente da APDM), enquanto o Vitor Ribeiro (presidente do CPCD) já tinha disponibilizado a sala.

Livro OST Entretanto, fui lendo coisas sobre o processo por detrás do encontro (open space technology), comprei o livro do Harrison Owen (inventor do processo), e fui preparando os materiais a usar no encontro.

Agenda No Domingo, 28 de Março, reuniram-se cerca de 20 pessoas como resposta aos convites da APDM e aos telefonemas da Aline. Embora não tenha sido necessário, o espaço poderia ter acomodado muito mais gente, pois o CPCD tinha garantido as condições logísticas necessárias.

Guiados pelo facilitador (eu!), os participantes apresentaram-se e propuseram os seus temas particulares. Três participantes, porventura surpreendidos com a abordagem do encontro ou sem a necessária disponibilidade de tempo, saíram após a elaboração a agenda.

Mercado Após a consideração de todos, o grupo dividiu-se em duas rodas. O grupo mais pequeno (tema 1) acabou mais cedo e juntou-se ao grupo maior (tema 2).

Foi pedido aos grupos que tomassem notas em folhas próprias. No grupo maior, acabou por haver três pessoas a tomar notas.

Conversas

Quando a campainha tocou às 18h15, os participantes manifestaram surpresa pela passagem rápida do tempo. Foi dada a palavra a cada um individualmente, tendo os participantes manifestado agrado pelo encontro e interesse em participar em mais encontros semelhantes. Em particular, dois participantes propuseram temas que acabaram por não ser discutidos no grupo maior. O encontro terminou às 19h00, mas alguns participantes continuaram a conversa no bar do CPCD até às 20h00.

Apresentação CPCD (PDF, 4 páginas) Em resumo, neste primeiro encontro aconteceu o que podia acontecer com um grupo de pessoas que não se conhecia. Normalmente, estes encontros duram dois dias e meio e têm uma participação mais abrangente.

Foi um privilégio poder proporcionar o espaço aberto que permitiu aos participantes conversar sem reservas. Agradeço a todos os que tornaram possível o encontro.

A conversa continuará no fim de Maio, após a assembleia geral da APDM.

Anexos

Resultado do encontro
20 pessoas conversaram 4 horas, sendo surpreendidas pela passagem rápida do tempo. A conversa foi tão interessante que algumas pessoas preferiram manter-se na conversa inicial em vez de falar dos seus próprios temas, e algumas continuaram a conversa no bar mais 1 hora. Todos manifestaram interesse em encontros futuros. E duas meninas que não se conheciam (7 e 9 anos) tornaram-se melhores amigas. 10 páginas.
Convite
Convite do encontro distribuído nas escolas. 1 página.
Apresentação CPCD
Desde 1976, actualmente com 1500 sócios, 465 praticantes das modalidades: Futsal, Natação, Karate, Aikido, BTT, Tiro com arco, Hip-Hop, Ginástica de manutenção, Marchas populares, Campismo. 4 páginas.

Série

Este artigo é a parte 1 de uma série:

  1. Como podemos educar melhor?
  2. 2º Encontro como podemos educar melhor?
  3. Vamos ajudar a Escola!
  4. Educação em Tempo de Crise

blogroll

social