Segurança na Internet

A convite do Agrupamento de Escolas, Joaquim Baptista deu uma palestra sobre “Internet Segura” no dia 8 de Fevereiro de 2011.

A palestra mostrou como os perigos tradicionais (roubos, violações, prostituição, assassínios) são intensificados pela Internet, permitindo aplicar o bom senso do passado aos problemas actuais e futuros.

Assistiram 21 pessoas, incluindo 6 alunos e alguns professores. Durante os 90 minutos, houve espaço para perguntas e comentários da audiência.

Joaquim Baptista é pai, membro dos corpos dirigentes da APDM e Engenheiro Informático.

Notas usadas na palestra

Roubos, violações, prostituição, assassínios.

Histórias tradicionais:

  • Assassino em série ("tenho tempo") --> Hansel and Gretel, casa de chocolate.
  • Pedófilo à porta da escola ("queres um doce?"). Casa Pia não envolveu Internet.
  • Conto do vigário (Espanhol considerado "demasiado estúpido" por acreditar em dinheiro negro).
  • Engenharia social --> História do Lobo Mau.
  • Professor Karamba (só paga se fizer efeito).
  • Esquemas de Ponzi (Dona Branca).
  • Abusos (rapariga "vai com todos", telefones no WC).
  • Prostituição (adolescentes japonesas).

Efeito intensificador da Internet:

  • Chat rooms: Pontos de encontro anónimos. Lugares de fantasia e experimentação. Risco ao passar do virtual para o real. Manipuladores em paralelo. (Suicídio de rapariga de 13 anos enganada por mulher adulta, Lobo mau virtual).
  • Web cams e fotografias: pornografia, intimidade, abusos e chantagens. Quarto já não é isolado do mundo.
  • Facebook: Expõe informação privada. Exemplo Sara: novo namorado, festival de Verão, fotos nocturnas.
  • Phishing: Dê-me a sua chave. Redes profissionais ligadas à máfia Russa.
  • Rastos: Pesquisa expõe passado e devaneios (compro tese de mestrado em ensino especial).

Novas ameaças:

  • Email spam (canal de vendas, banha da cobra, produtos miraculosos).
  • Páginas infectadas: Feitas para serem encontradas em pesquisas, ou enviadas por email. Honeypots.
  • Virus, Worms, Trojans, Botnets.

Este Sábado, Pedro Carmo, director adjunto da PJ:

  • Burla informática e de telecomunicações. 3400 inquéritos por burla informática em 2010. Para novos inspectores, informática é factor preferencial.
  • Imagens captadas por crianças, por incentivo de pedófilos.
  • Imagens entre namorados, utilizadas depois como retaliação.
  • Dificilmente podemos ter a certeza sobre a identidade do outro.
  • Cautela com a divulgação de dados pessoais.

Em quase todas as culturas, cabe ao pai ensinar os filhos a assumirem posições de risco.
— Will Glennon in O Manual do Pai, 1995. Círculo dos Leitores, ISBN 972-42-1567-9

Comentários

  1. Lembro-me particularmente dos olhos muito abertos de uma jovem na primeira fila enquanto eu contava a versão facebook do namoro da Sara :-)

    — Joaquim Baptista · 26 Fevereiro 2011, 15:22 · #

  2. Medo, medo, medo.

    Vivemos numa cultura do medo. Temos medo do próprio medo.

    Segundo o escritor Mia Couto, “Há quem tenha medo que o medo acabe”.

    Quem quiser saber mais, pode ouvir as palavras do escritor no Youtube

    — Aline Lopes · 22 Outubro 2011, 19:16


(original em apdmartinho.pt)

blogroll

social