Inseparáveis nos Amiais

Às 17h já a banda “Inseparáveis” estava a montar o palco, o já habitual camião atravessado no largo da igreja. Mas imperativos familiares levaram a que só voltássemos à festa às 23h, já com o baile em andamento animado.

Encontrei uma banda competente, a tocar sem parar, com o largo cheio de dançarinos. Mas creio que a banda acusava o cansaço de estar a fazer a sua nona actuação em dezassete dias.

O bar estava montado no coreto, como habitualmente. Ao lado do bar, os jovens da terra entretiam-se em pregar pregos ao desafio num tronco, um jogo que não vi noutros lados.

A iluminação do palco era dominada por três painéis de LEDs. Os músicos estavam em contra-luz durante a maior parte da actuação. As caras só ficavam iluminadas nos intervalos das músicas. Decidi não usar o flash para compensar a situação, para não incomodar os músicos nem perturbar a festa.

No largo da igreja havia ainda menos luz, mas ainda assim o suficiente para capturar retratos e dançarinos com boas cores. Hesitei se deveria fotografar outras pessoas... talvez para o ano.

As lentes da noite foram a 85mm f/1.8 (palco e dançarinos), a zoom 70-200mm f/4L (pormenores no palco) e a 50mm f/1.4 (retratos).


Banda “Inserapáveis”

Série

Este artigo é a parte 1 de uma série:

  1. Inseparáveis nos Amiais
  2. Procissão nos Amiais
  3. Rafael e Mariana nos Amiais

blogroll

social