A tristeza de escrever um blog

Thu 22 November 2007

In Olhar.

Transferir as mensagens antigas do blogspot para aqui tornou-se uma excelente oportunidade de as voltar a ler.

O resultado é deprimente: muitas das coisas de que falei continuam exactamente na mesma.

Pedofilia:
O julgamento continua sem fim à vista e sem hipótese aparente de apurar a verdade. Um dos principais suspeitos, Carlos Cruz, está em relativa liberdade sem que se tenha apurado se é culpado ou inocente. Entretanto, foi denunciado outro caso de pedofilia na Casa Pia, fazendo suspeitar que os problemas de fundo não foram resolvidos.
Taxistas:
Na última vez que apanhei um táxi no aeroporto calhou-me um táxi azul-escuro “de luxo”. O taxista queria sentar 4 pessoas no banco de trás para evitar retirar o lixo que tinha no banco do pendura, e passou a viagem a insinuar que os passageiros não eram dignos daquele táxi. Curiosamente, mudou de opinião quando chegou ao destino (um vulgaríssimo prédio dos subúrbios), levando-me a pensar que o taxista de luxo viveria em condições muito pouco dignas.
Funcionários públicos:
Após muitas promessas de mudança, quem está fora da função pública fica com a ideia de que mudou muito pouca coisa.
Terreiro do Paço:
As obras continuam sem fim à vista, três anos depois, tendo provocado um atropelamento e múltiplos movimentos de terras.

Em resumo, Portugal continua igual a si mesmo, com ou sem crise. O último a sair que apague a luz.

blogroll

social