Associação Palco da Tua Arte motiva jovens artistas

A associação Palco da Tua Arte de Carcavelos organizou o concurso "We Got Talent" com o objectivo de reconhecer e promover o desenvolvimento artístico.

Após um processo de selecção preliminar, os concorrentes actuaram numa eliminatória e numa final, onde as palmas da audiência contavam para a decisão do concurso. Não é portanto de espantar que os artistas concorrentes tenham convocado família e amigos para as actuações, enchendo por completo os 200 lugares do auditório do CriArte. Assisti à eliminatória para apoiar o Rui Rodrigues, que começou a cantar com o grupo paroquial Rumo à Vida. Infelizmente, um conflito de agenda impediu-me de estar na final.

Liviu Alachidonschi Ficámos sentados na quarta fila. Assumi que poderia fotografar o Rui, mas fui fotografando para escolher a lente e a exposição. A objectiva de 85mm revelou-se eficaz a captar solistas no palco elevado entre as poucas cabeças à minha frente.

A multiplicação de referências ao Instagram durante o espectáculo, quer do apresentador Bruno Abreu quer dos concorrentes, confirmou que faria sentido fotografar o espectáculo.

Uma característica da iluminação de que me fui apercebendo foi não ter projectores apontados à câmera, que são uma constante nos concertos ao vivo que fotografo. Tenho de agradecer a iluminação dos técnicos da Associação Criativa.

Enquanto via as actuações dos concorrentes, lembrei-me da sensação que tinha nos torneios de karate: a enorme maioria dos participantes vai perder o concurso. Apenas um vai ganhar, apenas alguns vão subir ao pódio. Qual é o valor de participar para os que vão perder?

Márcio Vicente Nos torneios de karate, existe o valor em esperar horas para depois mostrar em segundos ou poucos minutos tudo o que se aprendeu ao longo de anos. Sempre achei que um dos principais ensinamentos do karate era ensinar essa capacidade de concentração e foco.

Mas, pensando melhor, este concurso é mais parecido com um estágio de karate, onde vários mestres interagem com os alunos ao longo de vários treinos, normalmente antes dos exames de graduação.

Neste concurso, a possibilidade de ganhar é uma motivação, mas o verdadeiro valor é a oportunidade de aprender através dos comentários construtivos do juri, do apresentador e dos profissionais da produção. Foi óbvia a preocupação da organização e do júri em apoiar os concorrentes e proporcionar uma experiência educativa. Por exemplo, o apresentador Bruno Abreu interrompeu a actuação do grupo de dança "Meet the Flava" para corrigir o volume da música.

O foco no desenvolvimento artístico justifica o enorme desequilíbrio entre os concorrentes, que vão desde o cantor acanhado até ao grupo de dança que mal cabe no palco, passando por performances de autênticos "animais de palco" completamente à vontade com o público. Todos estão a ser ajudados, cada um à sua maneira.

Nicole Garrucho Uma concorrente que me marcou foi a Nicole Garrucho. Tentou cantar uma canção complexa que não lhe saiu bem. O juri encorajou a Nicole e sugeriu que poderia ter escolhido uma canção mais fácil. E de novo me lembrei do karate, nomeadamente os torneios amigáveis entre clubes próximos, onde vi atletas experientes serem desqualificados ao falharem katas difíceis que ainda não dominavam completamente, enquanto eram louvados por terem tentado.

Adorei a forma reflectiva e reservada como a Nicole estava em palco. Fiquei na dúvida se a canção estava acima das capacidades da Nicole, ou se ela teve apenas dificuldade de cantar em frente ao público. Será que a Nicole já tinha cantado em público num ambiente mais profissional?

No fim, foram 3h30 de concurso sem intervalo. As crianças na audiência portaram-se espantosamente bem, talvez por estarem amigos ou familiares no palco.

Rui Rodrigues O Rui Rodrigues foi um dos 8 apurados para a final, que decorreu dia 27 de Novembro, e que acabou por ganhar.

Em família, o Rui comentou que outros concorrentes podiam ter ganho, mas que o concurso o motivou para tentar compor as suas próprias canções. E suspeito que é este tipo de crescimento que motiva a Associação Palco da Tua Arte a organizar o concurso "We Got Talent".

Missão cumprida.

Concorrentes

Liviu Alachidonschi.

Mariana Leal, Tomás Velez.

Flip (segundo lugar) — @iamjustflip.

Márcio Vicente (terceiro lugar) — @mjcvnonstop.

Nicole Garrucho — @nih_ribeiro2928.

Christina Gabriel.

Street Flavor Crew (vencedores eleitos pelo público) — @estudio3dancateatromusica @telmo_hiphop.

Constança Freire.

Meet the FLAVA — @meetheflava.

Sara Barrinhas — @sarabarrinha19.

CDRV Rhythmic Academia de Ginástica — @rhythmic.pt.

Rui Rodrigues (primeiro lugar) — @ruirodrigues_music.

Demonstrações artísticas

OnStage Studios Soul D Rookies (grupo parceiro) — @onstage_studios.

Grupo de Teatro Palco da Tua Arte, encenado por Teresa Gomes da Silva — @teresagomesdasilva.

Organização

Speaker: Bruno Abreu — @abreus.

Jurados:

Equipa da Associação Palco da Tua Arte:

Referências

Associação Palco da Tua Arte

Fundada em 2012, a associação é fruto do trabalho diário e muito intenso com crianças e jovens com problemas de integração social de várias origens e a vários níveis, em contextos artísticos e contextos terapêuticos. Para além das aulas semanais e de workshops de artes e de produção amadora, a associação produz os caça-talentos "We Got Talent" e "PT Loves 2 Dance" e produz um espectáculo de grande formato de final de ano que movimenta mais de 150 pessoas.

Associação Criativa

Fundada em 1999, a Criativa é uma associação sem fins lucrativos que se dedica aos domínios da juventude, da cultura, da educação, da formação e da criação de conteúdos. Organiza o festival de reggae Musa, que inspira um estilo de vida sustentável.

CriArte by Cascais Jovem

Fundado em 2018 após a reabilitação do antigo cinema, alberga a sede das associações Criativa e Palco da Tua Arte. O local inclui uma loja Jovem, um estúdio de dança, e um auditório para 200 espectadores.

blogroll

social